/*--Resumo do post--*/ z


Quando eles deixam de ser bebês

É verdade que para o coração de uma mãe, seu filho dificilmente vai deixar de ser um bebê.

Aquele sentimento de acolher, cuidar, dar colo... Acho que isso nunca vai passar...

Quando a gente se descobre grávida, um novo mundo se abre!
Diversas palavras diferentes, pensamentos diferentes e sentimentos nunca antes imaginados!

Tudo tão rápido... De repente eles nascem e transformam tudo de novo. Cada dia um desafio. Cada ciclo um novo aprendizado. Ele aprendendo a ser filho e você aprendendo a ser mãe.
Vocês dois nessa expectativa diária de como vai ser a lição de hoje...

E quando você menos espera... PUFF ele deixou de ser um bebê!!
Já tem objetivos e argumentos. Já entende o redor. Já se entende como ser em um espaço livre.

Talvez por eu ser mãe de filha única, não tenha tido a noção para comparar o crescimento dela com a de um bebê.
O fato é: ELA CRESCEU
Bia caminhando pela primeira vez (1a1m)

Um dia desses fui buscar algumas informações na net em um site que eu usei desde a gestação.
Quando procurei por informações para crianças de 4 anos, vi que o site só disponibiliza artigos para crianças até 3 anos.

Confesso que foi um dos primeiros choques de consciência.
Na verdade eu já vinha observando muitas atitudes dela que mostravam maturidade.
As brincadeiras mudaram, a forma de se expressar muda...

Esses dias a Bia me disse: "Mamãe, vou pedir para o papai chamar uma faxineira pra te ajudar. Você está muito cansada."
Pensei: "Meu deus, se a minha filha está me achando cansada, imagina o meu estado!"

Perguntei pra ela porque ela achava que eu precisava de uma faxineira. Ela respondeu que é pra sobrar mais tempo para eu brincar com ela.
Gente, juro que meu coração quebrou.

Bia treinando no banheiro (2a2m)
Olhei em volta, vi a casa em uma bagunça e minha filha brincando sozinha. Eu havia passado o dia arrumando tudo e cumprindo tarefas. E ela havia passado o dia me esperando.

Eu tive o privilégio de ficar em casa com a Bia até ela completar 3 anos. Só então ela foi para a escolinha. E ela foi porque ela pediu.

Confesso que quando ela foi para a escola eu já havia percebido que não tinha mais um bebezinho em casa. Ela já não usava fraldas e amou ficar por lá. Brigava pra ir embora.
Mas agora é fato! Ela cresceu. Ela é uma 'criança grande', como ela mesmo diz.

Ela questiona o porque das regras. Quer entender como tudo funciona e elabora teorias que até parecem fazer sentido! Na verdade fazem todo o sentido na cabecinha dela.

Acho que nessa fase a maioria das informações vem em forma de mágica.
Neste instante ela está aqui ao meu lado dizendo o nome das letras que estou digitando.
Ela está encantada em como as palavras são legais. Algumas engraçadas, outras estranhas...
Daqui um pouco ela estará lendo meus posts e dando 'pitaco' rsrsrsrsrs

Eu me dei conta que aquela velha frase "Como crescem rápido" é a mais pura realidade.
E eu não quero deixar isso passar voando. Assim como uma folha passa voando em nossa frente.

Quero curtir cada momento. Quero ter lembranças deliciosas desta época. Quero que ela lembre da sua infância com gosto de infância.
Bia no 1º dia de aula (3a1m)

Deus é tão bom, mas tãão bom que me deu esse presente! Ser mãe da Bia.
Ver a minha filha crescer não tem preço!
Não há nada que substitua esse prazer e esse privilégio que é ser mãe da Bia.

Uma amiga me disse mais ou menos assim: 'Deixei de lado algumas coisas... mas quem sabe um dia eu consiga fazer isso de novo...mas a infância da minha filha eu não vou ter nunca mais"

Fica aqui meu pedido: Deixem mais coisas de lado para ficarem com seus filhos!

É verdade que nessa fase é importantíssimo estabelecer regras e apresentar os limites.
Mas por outro lado também é muito importante deixar que eles vivam esse mundo lúdico e colorido que é a infância.

Um pouco antes da Bia nascer minha sogra uma vez me disse: 'Não falem tantos nãos. Somente os necessários. Eu disse muitos nãos que poderiam ter sido sins. Digam menos nãos."

Então vou refazer meu pedido:
Deixem mais coisas de lado para ficarem com seus filhos e digam menos nãos!

É importante também torna-los conscientes dos seus atos e das consequências dos seus atos.
Afinal, eles estão crescendo e jajá vão ocupar um lugar lá fora.

Minha filha está com 4 anos. Daqui um ano e meio já estará na 1ª serie do ensino fundamental.
Ensino Fundamental?!? Siiim! Já!!! (Olhaí meu bebê indo embora...)

Acho que ela deixou de ser bebê já há algum tempo. É uma linda criança.
Uma menina que está crescendo lindamente e espero colaborar para que cresça cheia de sonhos e objetivos concretizados.

O que os especialistas dizem?

Eu não acredito muito nessas tabelas de características atribuídas a cada fase da criança.
Mas algumas informações que encontrei batem com o que estamos vivendo por aqui.

Selecionei 10 itens que encontrei nessas tabelas que falam do desenvolvimento aos 4 anos.
Algumas que podem 'bater' com o desenvolvimento do seu filho também.

1. Consegue escovar os dentes, pentear-se e vestir-se com pouca ajuda;

2. Compreende conceitos de número e de espaço: "mais", "menos", "maior", "dentro", "debaixo", "atrás";

3. Exibe uma curiosidade insaciável, fazendo inúmeras perguntas;

4. Compreende as diferenças entre a fantasia e a realidade;

5. Tem amigos imaginários e uma grande capacidade de fantasiar;

6. Procura frequentemente testar o poder e os limites dos outros e dos seus;

7. Exibe muitos comportamentos desafiantes e opositores;

8. É capaz de se vestir e despir sozinha;

9. Começa a entender os conceitos de "antes" e "depois", "em cima" e "em baixo", etc., bem como conceitos de tempo: "ontem", "hoje", "amanhã";

10. Maior sensibilidade relativamente às necessidades e sentimentos dos outros;

Independente de qualquer tabela ou de qualquer especialista, o importante é estar presente na vida dos nossos filhos.

Que delicioso é ver cada conquista: Mãe, já sei ler! Mãe, já sei desenhar você! Mãe, hoje aprendi a contar até 30!
Cada conquista uma vitória nossa!

Acho que o segredo é o amor! Sempre!!





*Referências MundoABC
**Fotos de arquivo pessoal e Pinterest